Atualizado 06/12/2017

Convocação de Marchezan para explicar críticas a vereadores não deve avançar na Câmara

Parlamentares sustentaram que há outros temas essenciais para Porto Alegre

Convocação de Marchezan para explicar críticas a vereadores não deve avançar na Câmara | Foto: Eduardo Beleske / Divulgação / CP Memória
Convocação de Marchezan para explicar críticas a vereadores não deve avançar na Câmara | Foto: Eduardo Beleske / Divulgação / CP Memória

O requerimento de convocação de Marchezan para explicar as críticas à atuação de parlamentares durante congresso do Movimento Brasil Livre (MBL), em setembro, não deve avançar na Câmara de Porto Alegre.

Vereadores sustentam que o movimento serviu como reação e para marcar posição, mas alegam que há outros temas essenciais para a cidade que precisam de atenção. À época, Marchezan afirmou que comentário estava inserido dentro de um contexto de “análise política” e qualquer outra interpretação da sua fala serve apenas a interesses menores.

Segundo articuladores do Paço, adversários perderam o apoio necessário. Marchezan deve comparecer à Câmara, mas em função de dois convites, também em tramitação desde o dia 29 de novembro, em situação idêntica ao pedido de convocação, que, aliás, é marcado por divergências jurídicas sobre sua legalidade. Todos estão na ordem do dia e dependem de pedido de preferência.

Fonte: Correio do Povo
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções