Atualizado 28/12/2017

Grêmio preserva "espinha dorsal" para iniciar bem temporada 2018

Manutenção do elenco virou uma das receitas do Tricolor para ter sucesso dentro de campo

Grêmio preserva espinha dorsal para iniciar bem temporada 2018 | Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Flickr / Divulgação / CP
Grêmio preserva espinha dorsal para iniciar bem temporada 2018 | Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Flickr / Divulgação / CP

Não é novidade alguma no futebol que um dos segredos para se alcançar bons desempenhos é a manutenção de um mesmo grupos de jogadores temporada após temporada. Não por acaso, a série recente de títulos importantes do Grêmio vem acompanhada de poucas mudanças na equipe. Pelo menos cinco jogadores — o goleiro Marcelo Grohe, o zagueiro Geromel, o volante Ramiro e os atacantes Luan e Everton — que encerraram como titulares a temporada de 2015 seguem no time principal. Não menos importante é o fato de que atletas de todos os setores — defesa, meio de campo e ataque — foram mantidos, preservando assim a “espinha dorsal” da equipe.

O time que encerrou a temporada 2015 tinha Grohe, Galhardo, Geromel, Bressan (Erazo) e Marcelo Oliveira; Walace, Ramiro, Giuliano e Douglas; Luan e Everton (Pedro Rocha). Em relação àquele Grêmio que começou 2016, as mudanças foram as trocas de Galhardo por Wallace Oliveira e de Bressan por Kadu — Maicon e Pedro Rocha iniciaram como titulares, mas Douglas e Giuliano, que seguiam no elenco, estavam lesionados.

Já do time que venceu a Copa do Brasil para o que iniciou o Gauchão 2017 a única mudança foi a entrada de Jailson, a partir da negociação de Walace com o Hamburgo, da Alemanha. Salvo surpresas, a recente tendência deve ser mantida. Ainda que jogadores como Arthur e Edílson possam ser negociados, como se especula, ainda assim a grande maioria dos titulares será mantida. A única ausência confirmada é Barrios.

“Fomos renovando os jogadores que tínhamos convicção ao longo do ano. Assim, chegamos ao final da temporada com Geromel, Grohe, Edílson, Kannemann, Luan, todos com contratos que não terminam na virada do ano”, diz o vice de futebol Odorico Roman. O dirigente afirma, contudo que o clube irá ao mercado em busca de reforços. “No ano que vem, para disputar com mais força todas as competições, precisamos ter mais peças de reposição”, completa ele.

Fonte: Correio do Povo
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções