Atualizado 03/06/2019

Higiene infantil: Hora de lavar as mãos.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Muita água e sabonete. A combinação perfeita capaz de afastar inúmeras doenças da criançada. Através do tato, as crianças descobrem o mundo, explorando o desconhecido os pequenos acabam entrando em contato com micro-organismos malfeitores. Bactérias, vírus, vermes e protozoários – Todos invisíveis a olhos nus – se alojam nas mãos, entre os dedos. Mas nada de ficar assustado.  Essa exposição é necessária para desenvolver e fortalecer o sistema imunológico dos nossos pequenos exploradores. O problema é quando os germes são levados à boca, ao nariz ou aos olhos.

A partir daí, podem desencadear diarreias, gripes e até mesmo conjuntivites. Para prevenir doenças mais graves, basta ensiná-los a ter hábitos de higiene, como lavar as mãos. A lavagem correta das mãos ainda manda para longe o risco de verminoses, como as lombrigas e os oxiúros. Estes parasitas vivem em um ciclo e são expulsos do corpo na hora do cocô. Durante o uso do sanitário, estes micróbios podem entrar em contato com as mãos. “A simples higienização com água e sabonete pode interromper esse ciclo, eliminando os parasitas e diminuindo o risco de verminoses e também de outras doenças intestinais causadas por protozoários, como a giardíase e a amebíase”, alguns vírus e bactérias que se acumulam nas pontas dos dedos podem entrar no sistema respiratório, provocando pneumonias e gripes.

Quando há uma epidemia, como foi o caso da gripe H1N1, o hábito de higienizar as mãos se torna mais frequente, já que é sempre lembrado pela mídia e pelos órgãos públicos. ...“É importante que haja uma conscientização diária para este costume seja construído”... As crianças gostam muito de copiar os adultos. Então, para que elas adquiram o hábito, mostre como fazê-lo. Ensine-as que é preciso ensaboar bem as mãos, explicando aos pequenos que esta higienização pode evitar uma série de doenças.

Se os adultos apresentarem e reforçarem o costume de lavar as mãos antes das refeições e após a ida ao banheiro, por volta dos quatro anos a criança estará preparada para fazer sua própria higiene, desde que supervisionada. Para isso, os menores devem ter acesso à pia sem dificuldades com a altura, utilizar sabão neutro e ter uma toalha para secar as mãos.

Estas informações foram repassadas as crianças do Primeiro ao Quinto ano no Colégio Estadual Nicolau Schoenberger, e também aos alunos da escola Municipal Osvin Schmitt na última sexta-feira dia ,24, de maio. É importante ressaltar... FAÇA SUA PARTE, AJUDE-NOS A MANDAR VÁRIAS DOENÇAS PELO RALO...

(Enfermeira Evandra Schmitt. COREN- 197618).

Fonte: Enfermeira Evandra Schmitt. COREN- 197618
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções